12 de Outubro de 2014

COMEÇANDO CEDO


Apesar de estarmos em tempo de exposições andamos, eu pelo menos ando, já a planear a nova época de 2015; assim comecei já a selecionar alguns passarinhos, concretamente fêmeas, num misto de fêmeas novas velhas.

Estou esperançado que com os machos ou acasalamentos certos continue a ter a sorte de me nascerem alguns passarinhos que possam dar alguma dor de cabeça aos senhores juízes aquando da apresentação dos mesmos em exposições para serem avaliados.

Partilho as fotos de algumas das referidas fêmeas.



















8 de Outubro de 2014

AS NOVAS INSTALAÇÕES


Estas são as novas instalações dos meus passarinhos. Quem se der ao trabalho de as comparar com as anteriores verificará que houve um enorme passo em termos de qualidade e condições, mas os passarinhos já o mereciam há muito tempo.

Estas instalações são o que se pode chamar de 3 em 1 permitindo-me fazer algumas alterações como melhor necessitar, a saber:
  1. - Dão para 30 gaiolas de criação, com possibilidade de separação, através de baia em rede, dos filhotes para um dos lados quando saiem do ninho permitindo que sejam alimentados pelos pais enquanto estes preparam nova postura e não lhes debicando as penas para a construção do ninho.
  2. - No fim das criações retirando as divisórias das gaiolas fico com seis voadoras de 3 metros de comprido cada, podendo em cada uma cohabitar sem grandes "estragos" 20/25 passarinhos; poderei ainda se quiser transformar cada voadeira de 3 metros em duas voadoras, uma com 1,80m e outra com 1,20m otimizando o espaço conforme me convier.
  3. - Numa fase mais adiantada posso dividir cada uma das gaiolas a meio, transformando as voadoras em 60 gaiolas individuais, o que me permitiria se necessário fosse isolar individualmente os passarinhos que pretendesse levar a uma exposição.

6 de Outubro de 2014

JOÃO MAGARREIRO


João Magarreiro, é o amigo que me fez as gaiolas/voadeiras que tenho vindo a mostrar por aqui, o contato dele é o 964 802 755. Esta informação é motivada pelos telefonemas e mails que tenho recebido a solicitar informação sobre as gaiolas e sobre quem as fez apesar de já o ter divulgado; desta forma poderão entrar diretamente em contato com ele.

Eu e João Magarreiro aquando da sua visita, às minhas instalações, no passado dia 30 de Setembro.

26 de Setembro de 2014

20 de Setembro de 2014

IV MONOGRÁFICA TERRAS DE PORTUGAL, DO CANÁRIO ARLEQUIM PORTUGUÊS


Vai ocorrer no Clube Ornitológico de Tondela a IV Monográfica Terras de Portugal – One Day Show Internacional Arlequim Português. É intenção do grupo, de entusiastas criadores, que organiza este eventO realizá-lo sempre que possível e de forma alternada, no Centro Sul e no Centro Norte de Portugal, tentando deste modo que os criadores do Canário Arlequim Português participem mais ativamente uma vez que, pelo menos em anos alternados, a distância não será entrave à participação, podendo apresentar os seus passarinhos em compita com os seus pares.

 

Espera-se que, a exemplo de anos anteriores, este meeting seja um sucesso podendo os interessados fazer a Inscrição  após a consulta do competente Regulamento e respetivas Classes .


18 de Setembro de 2014

NOVAS INSTALAÇÕES

Já há algum tempito que não vinha por aqui, esse hiato foi porque a minha máquina fotográfica caiu a um tanque com água (como está na moda o duche publico quiçá alguém me quereria desafiar e quem pagou foi a máquina!) e após a ter enviado para ser consertada o orçamento não compensava o arranjo e lá tive de comprar (ontem) outra. A estreia da nova máquina dá-se com as fotos que partilho mais abaixo do novo viveiro que encomendei ao amigo João Magarreiro (que recomendo vivamente quanto mais não seja pela idoneidade), novato nestas lides da construção de viveiros, como hobby, além de também ele ser criador de canários. O pouco espaço de que disponho para esta paixão que são os canarios, mormente o Canário Arlequim Portguês, obriga a que otimize o espaço que tenho e foi o que tentei fazer, com a ajuda do João Magarreiro.

Desde segunda feira que tenho andado numa azáfama a montar o viveiro/voadora com a ajuda de outro amigo, (muito obrigado Jorge Marques) pois tenho as aves, ainda, com a muda muito atrasada e no novo espaço, que posso transformar em voadeiras, a muda será bem mais rápida dado que as aves se podem movimentar melhor e, também, não engordarão tanto face ao exercicío que fazem ao efetuarem voos de três metros. Existem ainda pequenos detalhes "na construção" a serem eliminados mas com tempo e paciência lá chegaremos. De qualquer modo mesmo, com os detalhes para eliminar, o viveiro/voadora é bem melhor, para os meus passarinhos, do que os anteriores já velhinhos com cerca de dez anos e que não davam para serem transformados em voadora tendo, por isso, que acantonar os passarinhos em espaços relativamente reduzidos que propiciavam que os canários engordassem apesar da alimentação cuidada que lhes proporciono; penso que agora esse problema passará a ser mais diminuto.

Espero dentro em breve voltar com mais novidades.

Ao fundo a estrutura do novo viveiro/voadora e em grande plano os anteriores viveiros.
Este viveiro/voadora é composto por trinta buracos mas só 20 é que serão utilizados para criação, os outros serão utilizados como voadora e no fim das criações os buracos que serviram para a criação serão, com a retirada das baias, também transformados em voadoras.
Procedendo à mudança dos passarinhos para as novas instalações.
Como cada buraco é dividido a meio isso permitirá, durante a criação, separar os filhotes dos pais, quando sairem do ninho, e colocá-los num dos lados para serem alimentados através da grade separadora evintando a picagem. No fim da criação e se for necessário poderei, dividindo o buraco ao meio com a baia, fazer gaiolas individuais preparando as aves para os concursos
Pouco habituados a tanto espaço andadavam uns atrás dos outros, qual bando de passarinhos.
Aos poucos a voadora começava a ficar mais colorida com os novos inquilinos.

Estas fotos foram batidas já perto do anoitecer e como havia ainda alguns passarinhos para mudar ficará para breve uma foto frontal do viveiro/voadora com todos os inquilimos.

19 de Agosto de 2014

COM MAIS DOIS ASSIM!...


 
 Tivesse um pouco mais de lipocrómo e, penso eu, este passarinho iria fazer furor em algumas exposições, até lá vou esperar que temine de vez a muda; há por aqui um irmão que quase parece uma fotocópia deste, tenho pena de não ter mais dois pois certamente iria conseguir  fazer uma equipa interessante.